Loading
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

29 de abril de 2011

Fórmula 1 pode ser movida a eletricidade em 2013


A Fórmula 1, o topo das corridas de veículos movidos a combustível fóssil e que anda em desacordo com a consciência ecológica crescente do uso de carros movidos energia elétrica está mudando o comportamento.


A FIA, orgão internacional que rege a competição, anunciou que, à partir de 2013, a categoria passará a utilizar um motor híbrido de 4 cilindros equipado com turbo compressor. O chefe da  Williams, Adam Parr, já começa a exaltar os benefícios da tecnologia. Prevendo que o sistema KERS será quatro vezes mais potente num futuro próximo, Parr diz que o sistema teria capacidade suficiente para suportar uma corrida completa.

Os mais apaixonados pelo cheiro de gasolina já estão torcendo o nariz. E realmente fica difícil imaginar como seria a emoção de uma corrida em SILÊNCIO, sem o som dos motores a explosão maltratando os tímpanos.

E é justamente essa falta do VRUMM VRUMM ensurdecedor que preocupa os mais velhos como Bernie Ecclestone e o chefe da Ferrari, Luca di Montezemolo, que classificam o uso de uma solução híbrida como "terrível" para a categoria e insistem na utilização dos tradicionais motores V8.

Parr retruca: "Se você não se movo com o tempo, o tempo te deixa para trás".